X

CÉREBRO_CORAÇÃO

Indicado em quatro categorias do Prêmio Shell, Cérebro_Coração é uma peça-conferência. Um caminho percorrido entre o teatro e a sala-de-aula a partir da memória, das alteridades, da experiência construída pela linguagem e extravasada por outras diferentes formas de vida. Uma experiência de diálogo que coloca em perspectiva os modos de aprendizagem, sensibilização e o entendimento científico-poético do mundo, retorcido por transfigurações da própria linguagem, da experiência cênica e do corpo, esse esqueleto adormecido nas narrativas e, ao mesmo tempo, tão responsável por nos manter de pé. Resultado de um processo de escrita conjunta, de textos recortados, leituras e vivências da atriz Mariana Lima em parceria com os diretores Renato Linhares e Enrique Diaz, o trabalho resgata, em sua essência, lugares potencialmente transformadores: o teatro e a sala-de-aula | o cérebro e o coração.

Atuação e Dramaturgia: Mariana Lima
Direção e Colaboração dramatúrgica: Renato Linhares e Enrique Diaz
Cenografia: Dina Salem Levy
Desenho de luz: Beto Bruel
Vídeos e Projeções: Mídias Organizadas
Trilha sonora: Lucas Marcier
Figurinos: Marina Franco

X

HEISENBERG - A TEORIA DA INCERTEZA

A peça aborda o encontro inusitado entre um homem e uma mulher, interpretados pelos atores Bárbara Paz e Everaldo Pontes que, circunscritos à solidão e ao tédio, enxergam nesse acontecimento a possibilidade de ressignificar suas existências e o próprio mundo. Um espetáculo repleto de humor, de revelações surpreendentes, com personagens que brincam com a possibilidade de inventar mundos e contar histórias capazes de emocionar e fazer refletir sobre a vida.

Texto: Simon Stephens
Elenco: Bárbara Paz e Everaldo Pontes
Direção: Guilherme Piva
Diretora-assistente e de movimento: Marcia Rubin
Tradução e Adaptação: Solange Badim
Revisão de tradução: Inês Cardoso
Cenografia: Sérgio Marimba
Desenho de luz: Beto Bruel
Figurinos: Antonio Rabadan
Trilha sonora: Marcello H

X

PEÇA DO CASAMENTO

Edward Albee faz do embate entre um marido e uma esposa um jogo de metalinguagem e desconstrução do gênero “peça de relacionamento” nesta sua ácida comédia “Peça do Casamento.” Após trinta anos juntos, uma crise obriga um casal a revisar suas vidas e os embates que se seguem os obrigam a aprender algo sobre si mesmos e sobre o outro.

Adaptação e Direção: Guilherme Weber
Elenco: Eliane Giardini e Antonio Gonzalez
Cenário: Daniela Thomas e Camila Schmidt
Desenho de luz: Beto Bruel
Figurino: Bruno Perlatto
Direção de movimento: Toni Rodrigues

X

BR-TRANS (CE/RS)

Espetáculo protagonizado pelo ator Silvero Pereira. Teve sua estreia em 2013 em Porto Alegre e, desde então, cumpre com esplêndido sucesso sua trajetória em temporadas nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, sendo considerado pela crítica especializada uma das dez melhores peças de teatro em 2015. Foi destaque em todos os festivais nacionais em que esteve e despontou como um fenômeno nos festivais internacionais da Alemanha e Estados Unidos.

Direção: Jezebel De Carli
Dramaturgia e atuação: Silvero Pereira
Músico em Cena: Rodrigo Apolinário

X

QUEM TEM MEDO DE TRAVESTI? (CE)

A montagem teve sua estreia no Festival de Curitiba, em 2016, e foi merecedora de críticas arrebatadoras, não somente por sua urgência como discurso e posicionamento político, mas pela pungência estética e dramaturgia virulenta que o espetáculo propõe como pilares para uma reflexão social e ética.

Direção: Jezebel De Carli e Silvero Pereira
Elenco: Coletivo As Travestidas

X

A VIDA ÍNTIMA DE BABI

O texto tem como ponto de partida alguns conceitos filosóficos fundamentais na estruturação dos sujeitos, porém, pouco trabalhados na infância como autenticidade, conhecimento e liberdade. A Vida Íntima de Babi é uma peça que fala da importância dos afetos, do quão podemos exercer a alteridade desde cedo, da complexa riqueza que caracteriza o universo infantil, sobretudo nos campos na criatividade, ilusão e fantasia. A montagem busca criar espaços de representação e ludicidade, mas sem subestimar a inteligência e o alcance do seu público-alvo.

Direção: Renato Linhares
Colabora ção cênica: Mariana Lima
Consultoria Filosófica: Marcia Tiburi
Elenco: Juliana França, Marília Nunes, Raquel Rocha, Thiago Miyamoto e Thierry Tremouroux

X

BALÉ RALÉ (RJ)

A Cia Teatro de Extremos se inspirou nos textos de Marcelino Freire para dar continuidade a` pesquisa acerca das questões da diversidade e seus reflexos sobre o homem contemporâneo, numa cena contundente sobre os limites do corpo, da sociedade e sua potência transformadora. A obra de Marcelino expande nossas noções de marginalidade, colocando em perspectiva ícones antigos e urgentes, por serem uma representação contundente da busca humana pela liberdade. Os personagens de Balé Ralé carregam o mundo nas costas, as dores e os amores. São pedaços vivos, rejuntes da própria matéria social brasileira.

Texto: Marcelino Feire
Concepção e direção: Fabiano de Freitas
Elenco: Leonardo Corajo, Mauricio Lima, Samuel Paes de Luna, Vilma Mello, Will Lopes e Juracy de Oliveira (stand in)

X

LOUCA PELO CHEIRO DO MAR (RJ)

Louca Pelo Cheiro do Mar terá como alicerce histórico-cultural de suas investigações dramatúrgica e coreográfica duas frentes de interesse: (1) a abordagem de três figuras icônicas do imaginário praieiro carioca: a dançarina Luz del Fuego, que fundou uma comunidade naturalista na Ilha do Sol; o corpo performático da cantora Gal Costa; e o corpo andrógino do surfista Petit, imortalizado pela canção “Menino do Rio”; (2) o diálogo com substratos (contra)culturais de corpos periféricos e tais representações, que promoviam outras realidade possíveis de intervenção no ambiente praieiro, como os dos sujeitos do subúrbio carioca, geralmente reduzidos às caracterizações de farofeiros, macumbeiros e pagodeiros.

Direção, coreografia e interpretação: André Masseno